Fall In Love With More Free Templates! Click Here To Get Your Own Smitten Blog Design... »

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Pergunte ao dentista com Dr. Fernando Braz



Saúde Bucal da Criança: Chupeta e Dedo.


Bom pessoal, o post de hoje é dedicado às mulheres que tem filhos pequenos ou que estão planejando ter filhos futuramente. Quando o assunto é “O filho que chupa o dedo ou chupeta” muitas mães não sabem como lidar com essa situação de forma correta e hoje eu pretendo esclarecer bem esse assunto, então vamos lá.

Primeiramente temos que entender porque a criança chupa o dedo ou a chupeta. Isso ocorre devido ao fato de que nos primeiros meses de vida o bebê conhece o mundo através da boca (por isso eles sempre colocam objetos que pegam na boca).  Outro motivo se deve ao fato de que a chupeta e o dedo lembram o seio materno, causando uma sensação de tranquilidade no bebê (os pais adoram isso).



Então vem a pergunta: Chupar o dedo ou a chupeta é bom ou ruim? Bom, digo a vocês o seguinte:  Esse hábito deve ser encarado como uma fase na vida da criança. Porém essa fase deve ser passageira, pois manter esse hábito por mais de dois anos será muito ruim para a criança, uma vez que a pressão feita pelo dedo ou pela sucção da chupeta durante um período prolongado interfere negativamente no desenvolvimento dos ossos maxilares da criança.
Por outro lado, se a criança não sentir necessidade de chupar o dedo ou a chupeta, esse hábito não deve ser incentivado!


Vocês devem estar se perguntando agora “E o que é pior? O dedo ou a chupeta?”. A resposta é “o dedo”, já que a chupeta você pode controlar a frequência de uso e a hora correta de tirar, já o dedo não. Inclusive caso você note que o seu filho está chupando o dedo, o mais indicado é que você o ofereça a chupeta para que ele esqueça o vicio de chupar o dedo. É importante também saber que existem chupetas que possuem um formato anatômico mais indicado e que reduzem os efeitos negativos do uso.





Características de uma “boa” chupeta:


•      O bico da chupeta deve ser do tamanho da boca da criança e deve estar sempre inclinado para cima;

•    O formato do plástico deve ser parecido com um grão de feijão;

•     O plástico ao redor da boca dever ter no mínimo dois furos para facilitar a respiração.


Por fim, se já está na hora de seu filho largar a chupeta ou o dedo e você não sabe como, aqui vai uma dica: Muitas crianças precisam de alguma coisa para substituir a chupeta ou dedo, por isso recomenda-se oferecer um brinquedo, ou alguma coisa que a “faça se esquecer do vício”. O importante é que os pais saibam que não se deve tentar retirar esse vício de uma forma agressiva, como por exemplo, amarrar o dedo ou colocar pimenta, pois isto gera um trauma para a criança. Ofereça mordedores (de preferência gelados), incentive a criança a abandonar o vício, tente distraí-la com outras coisas.



 Não fique falando da chupeta ou dedo a todo o momento, procure usar de uma estratégia mais sutil. Em caso de dúvidas, procure a orientação de um profissional (cirurgião dentista, fonoaudiólogo ou psicólogo). 


Até breve!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo (a) ao Para Meninas & Mulheres!

Deixe seu recadinho e ficarei muito feliz em responde-lo!

Obrigada pela visita! Beijos!